A cidade e a doença

As doenças infecciosas, como a peste, a sífilis, a cólera, a febre amarela e a tuberculose afectaram a populações ao longo da história, deixando marcas visíveis nas tradições e nas crenças. Impuseram também novas construções nas cidades e impuseram novas geografias urbanas.

Este percurso parte da zona mais antiga da cidade de Lisboa à procura dos vestígios da doença e da cura em Alfama, passando pela Baixa com o seu novo ordenamento urbanístico e impacto sobre a saúde. Caminhando ao próximo da Mouraria, local desde cedo marginalizado e marcado pelas doenças “malditas” como a lepra e a sífilis.

O percurso termina com a subida à Colina de Santana (Colina da saúde), já com o advento da ciência no campo da saúde, com a teoria dos germes, a bacteriologia a e a especialização dos hospitais.

Largo do Chafariz de Dentro (em frente ao Museu do Fado)
15 €

Reserva

{{ reviewsTotal }}{{ options.labels.singularReviewCountLabel }}
{{ reviewsTotal }}{{ options.labels.pluralReviewCountLabel }}
{{ options.labels.newReviewButton }}
{{ userData.canReview.message }}

Visita em exclusivo

Se pretender reservar uma data ou grupo em exclusivo, por favor, preencha o formulário ao lado. A visita está sujeita à disponibilidade da guia. 

O valor é calculado a partir de um mínimo de 5 pessoas.